StopBolsonaro, StopRacismo, #21M2020

Convocatória ao Brasil para participar da mobilização unitária contra o racismo e a extrema direita · Manifestações em todo o mundo, dia 21 de março de 2020

StopBolsonaro StopRacismo

Anexamos abaixo uma declaração internacional que promove manifestações relativas ao dia da ONU contra o racismo, o dia 21 de março de 2020.

A rede que convoca, World Against Racism (“Mundo Contra o Racismo”), é um espaço de coordenação entre movimentos unitários contra a extrema direita de diferentes territórios e países. Estes movimentos na Europa colaboram informalmente há vários anos, mas a ameaça da ultra-direita é mundial, por esse motivo, essa rede começou a se formar há pouco mais de um ano.

Cada movimento é independente e reflete as especificidades de seu território, mas em geral são espaços amplos que reúnem pessoas e organizações de todos os tipos. Geralmente incluem vários movimentos sociais, organizações de pessoas migradas e / ou racializadas, grupos feministas, associações muçulmanas, entidades LGTBI +, grupos de ciganos, sindicatos, partidos políticos, entidades culturais…

Os movimentos unitários trabalham com base em um consenso mínimos – contra o fascismo e o racismo – sem um programa político geral. Além disso, cada membro é livre para manter e defender posições que lhe pareçam pertinentes, em seu próprio nome; Unidade não significa uniformidade, mas é unidade na diversidade.

A experiência mostra a eficácia da luta unitária. Um dos primeiros exemplos foi a Liga Anti-Nazi (ANL), formada na Grã-Bretanha em 1978 para combater a Frente Nacional daquele país, então muito mais forte que seu imitador francês. Após três anos de mobilização unitária da ANL, focada em apontar a natureza fascista desse partido, através de milhões de pôsteres, adesivos e crachás; centenas de manifestações e concentrações; e centenas de shows do Rock Against Racism… a Frente Nacional Britânica afundou, derrotou. Infelizmente, uma estratégia semelhante contra a Frente Nacional Francesa nunca foi aplicada sistematicamente.

Experiências mais recentes – tanto na própria Grã-Bretanha quanto na Grécia, Catalunha e outros territórios – confirmaram a eficácia desse modelo.

Portanto, propomos que sejam realizadas ações no Brasil no dia internacional de 21 de março de 2020. Além disso, acreditamos que é essencial promover a criação de movimentos unitários desse tipo, nos diferentes territórios e cidades do Brasil, onde ainda não há nada parecido.

Cada partido, cada coletivo, cada movimento… tem seu próprio espaço de ação e sua própria visão: isso deve ser mantido e deve ser respeitado. Mas com a situação atual no Brasil – com Bolsonaro e o resto da extrema-direita que cresce na sua presidência – achamos essencial fazer esse esforço para nos defender de forma unitária e coletiva contra um perigo que nos ameaça a todos.

O primeiro passo é muito simples; que os ativistas que desejam aderir a essa iniciativa começam a discuti-lá com outras pessoas e entidades, o mais diversas possível, em sua cidade. Se eles concordarem com uma ligação, devem notificar a rede World Against Racism através deste formulário.

Se tudo correr bem, a partir daqui você pode ver como articular movimentos mais estáveis ​​e coordenados entre diferentes partes do Brasil, mas o primeiro passo é sair na rua em 21 de março, de maneira unitária, para gritar: basta de racismo, não passarão!

Assinado por ativistas sociais brasileiras e brasileiros em Barcelona:

  • Dai Sombra – capoeirista, produtora socio-cultural
  • Flávio Carvalho – sociólogo
  • Glaucenira Maximino – advogada
  • Kátia Juncks – historiadora
  • Maria Badet – jornalista
  • Maria Dantas – deputada brasileira na Espanha
  • Mariana Araújo – advogada

Declaração para 21 de março de 2020, dia da ONU contra o racismo

Vamos manifestar por um mundo contra o racismo: #WorldAgainstRacism

Os perigos do racismo e fascismo crescem todos os dias. Como resultado, estamos presenciando um aumento preocupante dos crimes de ódio. Rejeitamos todas as formas de racismo e intolerância, e expressamos nossa solidariedade com os refugiados e com as comunidades ciganas ou Roma.

Já existe uma resistência crescente à ascensão do fascismo, à extrema direita e ao populismo racista em diferentes países, e essa resistência mostrou que pode ser eficaz. Agora necessitamos mais unidade e solidariedade internacional para enfrentar o racismo e a extrema direita.

Por essas e muitas outras razões, coordenamos manifestações internacionais de #WorldAgainstRacism, para lembrar o dia da ONU contra o racismo, o dia 21 de março de 2020.

Em março de 2019, realizamos manifestações em mais de 60 cidades em todo o mundo, onde dezenas de milhares de pessoas saíram às ruas contra o crescimento da extrema direita, racismo e fascismo. Este ano, tentaremos expandir a solidariedade internacional; lutaremos para que existam manifestações maiores e em mais lugares do mundo.

  • Aufstehen gegen Rassismus, Alemanha
  • Fællesinitiativet mod racisme og diskrimination/United against racism and discrimination, Dinamarca
  • KEERFA, Grécia
  • Stand Up To Racism, Grã-Bretanha
  • Unitat Contra el Feixisme i el Racisme, Catalunha
  • United Against Racism and Fascism – NYC, EUA
  • Zjednoczeni Przeciw Rasizmowi, Polônia
  • Associazione Nazione Rom e Consiglio Nazionale Rom Sinti Caminanti, Itália
  • Platform 21/03 against racism, Bélgica

https://worldagainstracism.org/

Deixa un comentari

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

Esteu comentant fent servir el compte WordPress.com. Log Out /  Canvia )

Google photo

Esteu comentant fent servir el compte Google. Log Out /  Canvia )

Twitter picture

Esteu comentant fent servir el compte Twitter. Log Out /  Canvia )

Facebook photo

Esteu comentant fent servir el compte Facebook. Log Out /  Canvia )

S'està connectant a %s